sexta-feira, 27 de maio de 2011

The special one (2º poema)

Como estou num dia nostálgico, venho partilhar convosco o 2º poema do meu livro de poemas de autores portugueses. Espero que a leitura seja do vosso agrado.










Maria Fernanda Teles de Castro Portugal 1900 // 1994 Escritora


Difícil Alquimia

"Oitenta anos daqui a poucos dias.
Parece muito. É imenso, não é nada.
Ínfimo grão de pó no pó da estrada.
Raminho de Tristezas, de alegrias.

Crepusculares, doces alegrias.
Por vezes, dolorosa a caminhada,
mas sempre, após a noite, a madrugada.
Cantos de rouxinóis, de cotovias.

De tudo um pouco, assim é que é a vida
se a queremos inteira, bem vivida,
às vezes vendaval, outras bonança-

Bem e mal, noite e dia, riso e dor.
Difícil alquimia: espinho e flor,
mas sempre aberta a porta da esperança."

Fernanda de Castro in, Poesia II

3 comentários:

lilisinha disse...

Que linda poesia, me emocionei aqui menina!!!
Bjos Carinhosos

Susanna Rush disse...

Ainda bem que gostou.... A mim tambem me deixa com a lágrima no cantinho do olho...
Bjto.

Porque um dia me perdi... disse...

Lindo mesmo....cada palavra