quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Hidrocolonterapia

Parece um grande palavrão, e algo de estranho e assustador. Pois bem, trata-se de hidratação e limpeza do colon. Depois de tudo e mais alguma coisa experimentar, desde chás a comprimidos, laxantes de todo o género, e de dias sem ir à casa de banho, eis que nada mais me resta senão fazer uma hidrocolonterapia, vulgo clister de água. Vai ser a primeira vez, e estou algo receosa, provavelmente sem razão, mas o mal estar está no ponto limite. Estou inchada, com dores e até tenho dificuldade em estar sentada. Pelas experiências que vi na web, parece facílimo. Vamos ver como corre.

domingo, 14 de outubro de 2012

Oooohh... fica comigo...

Fica comigo a olhar o céu azul. Vê as nuvens a passar lentamente. Sente a brisa do vento a embalar delicadamente cada um dos teus cabelos. Fecha os olhos, relaxa e suspira profundamente. Deleita os teus sentidos no silêncio dos sons da natureza. Dá-me a tua mão e vem viajar comigo para longe. Nada precisas dizer. Nada precisas fazer. Deixa-te ir.... eu vou contigo.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Amén!

domingo, 7 de outubro de 2012

You´d better wake up!

Falhar é meio caminho andado para conseguir. Uma ilusão vale todas as desilusões do mundo. Ousar cair é o único caminho para te levantares. Falha já, ilude-te imediatamente, cai sem hesitar. Se tens medo, faz. Se tens vontade, corre. Se tens saudade, ama. Se tens desejo, parte. Parte sem olhar a quem, parte para não te seres ninguém. Manda o chefe à merda, a rotina pentear macacos, o mais-ou-menos ao bilhar grande. Quando fizeres, faz em grande. Se tens dez não tenhas medo de gastar dez. Se tens vinte não tenhas medo de estourar vinte. E pede mais vinte emprestados se puderes. Diz à crise que se dane. Que vá para o real falo. Sempre assim foi, sempre assim será: quem nada tem, tem a liberdade de nada ter. E foi quem nada tem – os livros de História o testemunham – que tudo fez. E porquê? Porque nada tinha. Simples, não é? Então diz-me: o que raios ainda estás aqui a fazer, parado, a ler estas palavras? Vai: vai fazer, vai iludir, vai saltar, vai correr, vai fazer amor como se não houvesse amanhã. E nada é mais verdade do que isso. Um dia vai deixar de haver amanhã. Um dia vais acordar e já não podes acordar. É bom que acordes antes desse dia.
 

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Namaste

Rir é correr risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não têm nada e não são nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem.
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.

Somente a pessoa que corre riscos é livre!

Seneca

domingo, 30 de setembro de 2012

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Mea culpa


Je ne dors plus
Je te desire

Prends moi
Je suis a toi
Mea culpa

Je veux aller au bout de me fantasmes
Je sais que c´est interdit

Je suis folle... Je m´abandonne
Mea culpa

Kyrie eleison
Christie eleison

Je suis la et ailleurs

Je n´ai plus rien
Je deviens folle... Je m´abandonne
Mea culpa

Je ne dors plus
Je te desire
Prends moi

Je suis a toi

Kyrie eleison

Christie eleison

Je suis la et ailleurs

Je veux tou
Quand tu veux
Comme tu veux
Mea culpa

Kyrie eleison

Enigma “Mea culpa”

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

terça-feira, 25 de setembro de 2012

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Wonderfull Chill Out Music Love Session



Uma viagem épica, fascinante... vale a pena ver e ouvir. Adorei!!

There is nothing more amazing and wonderful about being at one with nature....being aware of everything around you....being close to your spirit guide....taking in all that you feel...preserving that knowledge of peace that surrounds you....giving the love and peace that your spirit has provided for you, back to nature to live on...always remember...one love one trust one understanding.....believe in what you feel in nature and nature will return the favour 1000 times over..love life to it's fullest.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Lindo!!


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Deterioração da camada de ozono diminuiu em 2012

Fiquei feliz ao tomar conhecimento desta notícia. A ONU acredita que restrição de substâncias nocivas conseguiu travar a destruição da camada de ozono na Antárctida. 
"O buraco é maior do que em 2010 e ainda falta muito para a sua completa recuperação. A assinatura do Protocolo de Montreal, há 25 anos, que visava eliminar gradualmente os produtos químicos que deterioram a camada de ozono, ajudou a evitar milhões de casos de cancro da pele e cataratas assim como os efeitos nocivos sobre o meio ambiente."
Uma boa notícia para todos, especialmente para estes nossos amigos.
Mas... ouçam bem: o buraco na camada de ozono tem neste agora 19 milhões de quilómetros quadrados!!!! Imaginam o tamanho da coisa??

"Toda a força será fraca se não estiver unida"

Jean de La Fontaine

Relaxing Music, the best underwater footage, HD



Quem consegue ficar indiferente a esta música... a estas imagens... É nosso dever proteger-mos a natureza. Imaginem um dia, só podermos apreciar este lindo mundo que temos, em imagens e fotografias... É triste... muito triste mesmo. Pequenos gestos fazem toda a diferença. Faça o que puder e estiver ao seu alcance. Mas, faça-o!! Viva com a consciência de que tudo fez para conservar a riqueza que a natureza nos dá, e passe-o às próximas gerações. Elas são o futuro deste mundo. E que futuro terão se não puderem apreciar esta beleza...

sábado, 15 de setembro de 2012

Que delícia!

Não vejo a hora de comer uma assim: vermelha, linda, deliciosa.... romã!!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Bolas!!!

Só me apetece gritar, fazer uma birra valente, dar pontapés em alguns e mandar àquela parte uns quantos outros.  As pessoas hoje ou armam-se em engraçadas.... ou armam-se em parvas... ou ambas!!
Disseram-me que a paciência está esgotada em todos os supermercados, e por isso o resto do meu dia vai ser difícil. No mínimo!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Sempre atual


O que preciso neste momento??

 E se não for pedir muito.... também pode ser...um destes por favor!
 

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Aii mãezinha!!


Para os que estão a salivar para cima do teclado, fica a nota meramente informativa que uma bolinha destas tem 725 kcal. Costumamos dizer que uma vez não é vez... mas atrás de uma vem sempre outra... não é? Pois é! Elas fazem-nos olá da montra da pastelaria, prontas para atacar qualquer tipo de dieta. Deliciem-se com os olhinhos que é o que estou a fazer, porque apesar de lindas são muiiiiito más para o abdominal.

Domingo - Dia de Praia

Chego ontem de manhã à praia, e nota-se muito menos afluência de venereantes. O tempo, apesar de estar um pouco de nevoeiro, estava quente. Como de costume, inica-se a procura do melhor sítio. Nem muito longe do mar, mas nem tão perto que permita a "visita" inesperada da água salgada. E de preferência sem grandes perturbações de terceiros. Nisto, estavamos já a montar os para-vento (a alegria da praias do norte!), e aproximou-se um iluminado. Olhamos uns para os outros a pensar - "Não acredito no que vejo!!". Pois é. Depois de tudo montado, ficamos literalmente a escassos 40 cm de distância desse dito senhor que estava acompanhado pela esposa e filho. Meus amigos e amigas: com 1500 metros de praia livre, apenas bastava andar uns meros 4 a 5 metros ao lado que não estava lá ninguém. Então este cromo achou que ficava melhor à nossa frente e ainda por cima "coladinho" a nós! Haja paciência! O engraçado disto tudo, é que nem uma hora depois fizeram-lhe o mesmo!! Toma que é para aprenderes.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

domingo, 9 de setembro de 2012

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Pessoas vs Animais

Por vezes emociono-me mais ao ver animais maltratados do que pessoas. Ridículo para uns, compreendido por outros. Não posso agradar a todos. Pelo menos sou honesta. As pessoas podem sempre ser ajudadas com muito mais rapidez e facilidade. As pessoas preocupam-se com outras pessoas. Os animais… bem são animais. E aqui reside o problema. Os animais são verdadeiramente indefesos, e muitas vezes a agressividade que possam mostrar são um reflexo do comportamento humano ou quando são abandonados à sua sorte, das pessoas que os pontapeiam e enxotam para longe. Á raça humana falta respeito pelo próximo e pelo que o rodeia. A História já provou diversas vezes que o Homem é capaz de destruir o seu semelhante e da pior maneira. Se olharmos para o Universo animal, vemos que aquilo a que chamamos vida selvagem é na realidade um mundo equilibrado e deveria servir-nos de exemplo. É por isso que protejo incondicionalmente um animal, mas não o consigo fazer de imediato com uma pessoa. Muita gente me olhará de soslaio. Mas não me importo com isso. A minha causa é superior. Já vi e ouvi coisas absolutamente absurdas e inimagináveis. Fico com as entranhas revoltadas, e tenho que me controlar para não explodir. Sempre disse que quem não gosta de animais não gosta de pessoas. Há quem não perceba que todos, incluindo os animais “não racionais” temos lugar neste planeta. Se estamos cá todos não é por acaso com certeza. Claro que as pessoas são importantes. Mas não são MAIS importantes. Não estão acima de tudo. A maioria das pessoas não sabe viver em comunhão com os outros seres vivos, inclusive com os seus semelhantes. E esse é o princípio do equilíbrio.
Poderia colocar imagens verdadeiramente chocantes capazes de chamar muita gente à razão. Escolhi não o fazer. Afinal... acho que todos sabemos do que se trata.

domingo, 2 de setembro de 2012

Sobre a amizade

Nos nossos dias a amizade está bastante banalizada. E fala-se de amigos como quem fala no pão que vai se vai comprar à padaria - O João? Eh, pá! É meu amigo no facebook!! Claro que das redes sociais surgem amizades entre pessoas que nunca se conheceram e que à partida nada teriam em comum a não ser talvez o Farmeville. :) E a amizade cresce, devagarinho... e o nosso círculo de amigos aumenta. A palavra amizade, subentende a palavra verdade. E é essa que considero cada vez mais escassa.
Eu, na verdade nunca tive muitos amigos. A minha experiência de vida ensinou-me da pior maneira que a amizade tem muito que se lhe diga e a ser muito seletiva. Talvez até demais. No entanto, acredito que a verdadeira amizade existe e deve ser procurada.  Aquela que não te cobra por te esqueceres de um aniversário, que não enciúma por partilhares a tua vida com outras pessoas. Aquela que te aceita tal qual como és: com manias, esquisitices e maleitas. Aquela em que confias para falar de tudo em confidência sem inquietações... A amizade deveria ser algo completamente sem interesses. Devia ser algo genuíno e sincero. Na amizade verdadeira, há lugar para 1, 2 ou 3 amigos.... ou 100! Esta, não se limita... não tem conta, nem peso, nem medida. Devemos pensar se somos assim com as pessoas que consideramos e apelidamos de amigas, e se estas retribuem da mesma forma. Só assim vale a pena.

sábado, 1 de setembro de 2012

Tenho um lugar para todos...


Há quem viva com o mal dos outros...

Todos sabemos que o mundo está repleto de pessoas más. O ser humano, supostamente raça evoluída, deve ser o único ser vivo que tem a capacidade de viver com o mal dos outros. A minoria que é assim (quero acreditar), vive envolta na sombra das suas amarguras e fracassos, e inveja as pessoas que lutam por uma vida melhor e que conseguem ser felizes no meio da adversidade. O problema na verdade, surge quando estas pessoas, consumidas pelo ciúme e despeito, aproveitam qualquer oportunidade para prejudicar a vida de quem apenas vive e deixa viver. Mas como a justiça tarda mas não falha, creio que esta gentinha terá aquilo que merece mais cedo ou mais tarde. Já alguém dizia: quanto mais conheço os homens... mais gosto dos animais...

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Mudança de visual

 
Estou a pensar mudar de visual depois do Verão. E quando falo em mudar, não falo em cortar cabelo, mas em mudar a cor. Tenho madeixinhas loiras misturadas com as minhas branquinhas lindas. Qualquer coisa parecida com a foto acima, é o que eu procuro. Alguma sugestão? 
 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Who is the real monster?



Muito se tem falado sobre os pit bulls. A raça é perigosa e ponto final. Mas, será mesmo assim? Um cão é o reflexo do comportamento do seu dono, ou da forma como foi criado. A falta de informação por um lado, a violência por outro, fazem parte desta equação. E o homem (a raça superior) sempre tenta ilibar as responsabilidades na questão. Uma das raças consideradas perigosas é o boxer. Nunca compreendi. Há uns anos, resgatei um. Magro, debilitado, com fome, estava prostrado no meio da estrada. Assim foi. Peguei nele, e coloquei-o com alguma dificuldade no banco de trás do carro. Apesar do seu olhar intenso, de ser corpulento e de se babar até mais não, NUNCA, este animal foi agressivo fosse com quem fosse, apesar de as pessoas o olharem de soslaio. Tinha total confiança nele. E ele retribuia com muito amor e carinho. Conheci também um rottweiller cujo dono era responsável, e não apresentava quaisquer sinais de agressividade ou nervosismo. Tive o prazer de o acarinhar e receber de volta umas lambidelas satisfeitas. Precisamos compreender que todos os cães considerados perigosos são de grande porte e poderosos em força. Claro que não é a mesma coisa que ter um pincher ou um caniche. São animais que precisam de um dono que compreenda as suas necessidades diárias. Precisam de gastar toda a energia que possuem e de um treino adequado. O problema é que a maioria das pessoas têm estes cães para: combates entre cães, para se gabarem aos amigos - eu tenho um pit bull! Não se metam comigo. Eu também sou perigoso., ou então são genuínos na sua escolha, mas a simples ignorância é uma bomba relógio. Muito se há-de ainda falar sobre isto, muita tinta vai correr ainda. Mas é um fato que enquanto o homem procurar um bode expiatório e não admitir a sua responsabilidade na matéria.... vamos continuar a ouvir falar de histórias tristes. O Cesar Millan disse: ""In the '70s they blamed the Dobermans, in the '80s they blamed German Shepard's, in the '90s they blamed the Rottweiler. Now they blame the pit bull." Fica a pergunta: Quando se vai começar a culpar os humanos?

domingo, 26 de agosto de 2012

Corazon salvaje - Alguém se lembra?


Adorei! Nunca perdia um episódio! Esta novela hipnotizava-me, tirava-me o fôlego! Das mais apaixonantes novelas que vi! E a música? Os atores fabulosos: Edith Gonzalez e Eduardo Palomo. A linda Edith e Eduardo com a sua voz inconfundível e olhar misterioso. Que saudades Palomo...
Juan del Diablo... Vives nos nossos corações selvagens.

sábado, 25 de agosto de 2012

É sexta-feira (Emprego Bom Já)


O que fazer quando não há paciência?

Eis a grande questão que muito boa gente coloca a si mesmo ao longo das 24 horas de um dia. E para a qual muita gente diz que faz isto ou aquilo e tal... mas será que resulta? Não sei... Talvez...
Notícia de última hora: No próprio dia é possível de haver controlo da deficiência de paciência mas não é possível repôr os seus níveis normais. O que podemos fazer para controlar a falta de paciência em 5 simples sugestões:


 1 - Puxar pelos cabelos - Não é muito recomendado. Por um lado é doloroso, por outro lado corre-se o risco de ficar com poucos fios de cabelo numa cabeça já por si muito quente e debilitada. Depois vai gastar dinheiro que não pode ou não tem, em tratamentos de reforço capilar e anti-queda. Em todo o caso a dor faz esquecer o agente causador da impaciência... ou não!
2 - Contar até 10 ou 100 - Uma decisão mais pacífica. Não representa perigo para a saúde. Contudo, quando não temos paciência, também estamos nervosos. Isto pode levar a que se conte com muita rapidez e com isso haja enganos na contagem  e tenha que recomeçar tudo de novo. Uma CHATICE!
 
 
 3 - Showing the finger - Vontade não falta de certeza. Quando nos moem a paciência... moem mesmo! Pois bem. Mostre 1, mostre 2, mostre quantos lhe apetecer... assim tipo Mr. Bean. Sabe bem, mas sujeita-se a agudizar a causa da perda de paciência e você ficar ainda mais impaciente e irritado. A causa também não fica lá muito satisfeita.
4 - Gritar até que a voz lhe doa - Isto sim ajuda mesmo! Quem ainda não experimentou... devia! Deitar tudo cá para fora, ralhar com os membros do governo, chamar nomes ao primeiro ministro e a Merkel de ditadora, e mandar áquela parte a administração do Pingo Azedo, digo Doce! E lá saem todas as baboseiras e bactérias, incluíndo micróbios e perdigotos. Bom remédio para aliviar dores de cabeça. Contudo, se for sensível pode causar dores de garganta. Não há bela sem senão!!
 Por último... mas não menos importante:
5 - Atividade Física - Correr muito, andar de bicicleta muito, body combat muito, ... qualquer coisa serve para ficar mais relaxado e paciente desde que feito assim tipo muito! Se não resultar.... pode sempre aproveitar as aulas de body combat e praticar diretamente na causa do mal. A vantagem é que não precisa de dispender tanto tempo à atividade física, recuperando a calma e paciência de forma eficaz. Claro que se arrisca a um olho negro... mas fica satisfeitinho da vida!
 
  Se alguém tiver mais sugestões.... são bem vindas!! Venham de lá elas!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

É só espreitar....

Venha ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro.............................ou... NÃO!!!!

" O Pingo Doce vai deixar de aceitar que os clientes paguem as suas compras com cartões multibanco e de crédito com valores inferiores a 20 euros já a partir de dia 1 de Setembro.
Com base nesta nova medida, a empresa espera poupar cinco milhões de euros pois irá economizar nas taxas de serviço que são cobradas aquando do pagamento por cartão. São 371 as lojas que vão aplicar esta medida e, por outro lado, a empresa assegura que através desta mudança será possível criar o cenário para desenvolver mais iniciativas de poupança que irão beneficiar os seus clientes."
retirado daqui
 Daqui a nada dizem-nos o que temos de comprar! O Pingo Doce, está cada vez mais azedo.

domingo, 19 de agosto de 2012

De volta... no dia do meu aniversário

Tiveram saudades minhas? Eu também. Voltei ao trabalho no dia do meu aniversário. Bem disposta e feliz por ter completado mais um ano junto das pessoas que amo e me fazem falta. Muitos se lembraram de mim, outros tantos não. Contudo, isso não me incomoda. As nossas vidas estão de tal modo agitadas e as nossas cabeças com tantas preocupações que o fato de nos esquecermos do aniversário de alguém não implica que não nos lembremos dessa pessoa e seja menos importante nas nossas vidas.  E isso sim na minha opinião é o essencial. Recebi uma mensagem de uma pessoa que fez anos antes de mim. Eu lembrei-me no dia anterior ao aniversário, mas não ía mandar mensagem antecipada. Nunca mais me lembrei até receber a dita mensagem de parabéns, que só vi agora porque tenho tido o telemóvel desligado (como sempre). O meu marido tem a preocupação de estar sempre com o telemóvel ligado, até porque a sua atividade profissional assim o exige, e eu acabo por me desleixar. A mensagem começava assim: "Não te lembraste de mim, mas eu lembrei-me de ti...". Apetecía-me ter respondido qualquer coisa do género: " Se por me ter esquecido (uma vez) do teu aniversário me apontas o dedo, e não te lembras de todas as outras vezes em que me lembrei de ti e tu não te lembraste de mim, e que nunca agi de maneira diferente por isso, então esta mensagem de parabéns não é legítima e não a aceito." A minha resposta incluíu: "... o mais importante é lembrarmo-nos das pessoas durante todo o ano...". Acho que as pessoas melindram demais com este tipo de coisas, e se se esquecem de todos os outros momentos partilhados durante o resto do ano, então não valem a pena...
Tenho dito!


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

sábado, 28 de julho de 2012

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Morango doce

Adoro morangos. E tu meu amor, pareces um morango doce. Doce e selvagem como só tu sabes ser. Vem comigo comer morangos frescos e beber um copo de vinho branco. Podemos esquecer tudo o que vai lá fora e apagar da memória, por momentos, o verbo "preocupar-se". Vem relaxar e ouvir aquela música. A nossa música de amor. Vem comigo meu morango doce. Faz-me perder o norte. Hipnotizas-me com o teu cheiro, o teu toque. Fazes-me perder em ti, em tudo. Pões-me de cabeça na lua, com as tuas particularidades únicas e apimentadas. E só eu sei o quanto gosto que sejas assim. Que sejas frontal e humilde, bondoso e carinhoso. Vem meu amor doce. Vem ficar comigo. Tenho morangos e vinho branco. Vem...

Susana Rush

quinta-feira, 26 de julho de 2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Já visitaram estes blogues?

 

http://kiduskinha.blogspot.pt/  Ele, os meus gatos, ou outros e eu

Não???!!!


Não sabem o que perdem!!

Merece um post


"Anda comigo ver os aviões
Levantar voo,
A rasgar as nuvens,
A rasgar o céu..."
                                      Azeitonas

terça-feira, 24 de julho de 2012

A triste realidade

domingo, 22 de julho de 2012

Reflexo sou eu

Sou um reflexo perdido;
Que se desvanece nas ondas,
No cair de uma pedra na calmaria
Das águas de um rio.
Sou um reflexo do tempo;
E dos ensaios da vida.
Rosto marcado, desluzimento,
Pelos caprichos de sua senhoria.
Sou um reflexo do nada.
Do que poderia ter sido e não foi.
Das palavras certas e não ditas,
Da lembrança distante que mói.
Sou um reflexo de tudo.
Das portas que se fecham,
E das janelas que se abrem
Tímidas para o monte rudo.
Sou um reflexo do amor.
Do coração livre e aberto,
E da entrega do espirito
Com certeza e desaperto.
                                                           Susanna Rush

sábado, 21 de julho de 2012

"A alma é uma borboleta...
Há um instante em que uma voz nos diz
que chegou o momento de uma grande metamorfose..."
Rubem Alves

domingo, 15 de julho de 2012

The world is mine

Eu disse aos meus amigos que voltava
Antes do sol esconder a sua cara.
Mas me perdi nas horas...
  No meio da multidão
E a noite chega agora.
Pra me mostrar que eu posso
Seguir qualquer caminho,
E saber que hoje o mundo é meu,
Eu disse aos meus sentidos que eu queria
Desafiar a vida que eu tinha.
E fui andar lá fora
Sem medo, sem direção...
E a noite chega agora
Pra me mostrar que eu posso
Seguir qualquer caminho...
  E saber que hoje o mundo é meu!

Acusticos e Valvulados adaptado

Sweets for my sweet...