quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Pessoas vs Animais

Por vezes emociono-me mais ao ver animais maltratados do que pessoas. Ridículo para uns, compreendido por outros. Não posso agradar a todos. Pelo menos sou honesta. As pessoas podem sempre ser ajudadas com muito mais rapidez e facilidade. As pessoas preocupam-se com outras pessoas. Os animais… bem são animais. E aqui reside o problema. Os animais são verdadeiramente indefesos, e muitas vezes a agressividade que possam mostrar são um reflexo do comportamento humano ou quando são abandonados à sua sorte, das pessoas que os pontapeiam e enxotam para longe. Á raça humana falta respeito pelo próximo e pelo que o rodeia. A História já provou diversas vezes que o Homem é capaz de destruir o seu semelhante e da pior maneira. Se olharmos para o Universo animal, vemos que aquilo a que chamamos vida selvagem é na realidade um mundo equilibrado e deveria servir-nos de exemplo. É por isso que protejo incondicionalmente um animal, mas não o consigo fazer de imediato com uma pessoa. Muita gente me olhará de soslaio. Mas não me importo com isso. A minha causa é superior. Já vi e ouvi coisas absolutamente absurdas e inimagináveis. Fico com as entranhas revoltadas, e tenho que me controlar para não explodir. Sempre disse que quem não gosta de animais não gosta de pessoas. Há quem não perceba que todos, incluindo os animais “não racionais” temos lugar neste planeta. Se estamos cá todos não é por acaso com certeza. Claro que as pessoas são importantes. Mas não são MAIS importantes. Não estão acima de tudo. A maioria das pessoas não sabe viver em comunhão com os outros seres vivos, inclusive com os seus semelhantes. E esse é o princípio do equilíbrio.
Poderia colocar imagens verdadeiramente chocantes capazes de chamar muita gente à razão. Escolhi não o fazer. Afinal... acho que todos sabemos do que se trata.

2 comentários:

Katsuki disse...

Descobri o seu blog através do Shiu. É só para dizer novamente que falou muito bem, percebe bem o objectivo deste mundo. Fico feliz de existirem mais pessoas como eu :)

Susanna Rush disse...

Olá. Realmente às vezes sentimo-nos sozinhos numa batalha que parece ter o tamanho de dois mundos. E eu muitas vezes me senti sozinha e mal vista por terceiros por ser assim. Mas quero que a minha vida neste mundo tenha significado. E nada melhor do que dentro das nossas possibilidades sermos nós próprios e sem vergonha lutarmos pelos ideais. Eu também fico feliz por haver mais pessoas que pensam da mesma forma e que lutam pelas mesmas coisas. Bem haja. Quantos mais formos... melhor.

Beijinhos.