quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Querido Pai Natal...

Não é costume eu escrever-lhe. Todos os anos fico sempre na expetativa de ver o que me calha no sapatinho. Todos os anos deixo que o Pai Natal decida o que é melhor para mim. Sempre me deu coisas que eu queria. Como daquela vez que me deu um careca. Lembra-se? Foi das maiores alegrias que tive em criança. Todas as meninas tinham barbies. Mas a minha mãe dizia sempre: - " O Pai Natal não pode dar barbies a todas as meninas... não tem dinheiro para tudo!".  Mas eu queria mesmo um careca! E o Pai Natal fez a minha alegria! Este ano escrevo-lhe porque queria me desse mais que um presente. Não sou ganasiosa, ou egoista! Não pense isso de mim! Só umas coisinhas, por favor Pai Natal:  Alegria, Paz, União, Generosidade, Solidariedade, Fraternidade, Esperança, Amor, Respeito, Harmonia, Humildade, Amizade, Sabedoria, Benevolência, Bondade e Saúde. Obrigado Pai Natal.
Até dia 25...

5 comentários:

Porque um dia me perdi... disse...

Lamento...mas o Pai Natal nao faz milagres..esse é Jesus de Nazaré.

Vã la ...se um pouco materialista e pede coisas uteis ;) ou nao

Susanna Rush disse...

ok.... Então pode ser... uma massagem daquelas que nos leva noutra dimensão...

Porque um dia me perdi... disse...

podem ser duas se faz favore...e de maos quentinhas please...

João disse...

Eu por acaso faço belas massagens e sou muito quente :p

Susanna Rush disse...

Eu deixo a chaminé desimpedida, um copo de leite e uma rabanada, pode ser?