quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Sem rumo...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Desafio/Selinho

Quem ofereceu o selinho:
Mana Su

Responder às perguntas seguintes:


1. De onde surgiu o nome do teu blog? Foi inspirado numa música de Rui Veloso. Penso que como seres humanos, é muito mais aquilo que nos aproxima, do que o que nos distâncía.
2. Os teus familiares/amigos sabem que tens um blog?
Algumas pessoas. Quando eu digo a alguns que tenho um blog, ficam a olhar para mim como se de uma doença crónica se tratasse.
3. O que mais desejas neste momento da tua vida?
Basicamente o que sempre desejei: equilibrio, bem-estar, amor e felicidade

Uma imagem que signifique algo importante para ti:


Oferecer o selinho/desafio a alguns blogs:
Your side of the wall
Chá verde
A vida é feita de momentos
Aqui me confesso
Será que vale a pena

Sometimes...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Haã!! Só podem estar a brincar!!

Esta coisa das notícias nos últimos tempos, deixa-me absolutamente impressionada. Mas, a sério!! 
Associar a idade da reforma à esperança média de vida.... só pode ser uma bad joke para nos por a todos a rir às gargalhadas como doidos! - "Oh pá! Tás aí cheio de saúde! Trabalhas até depois dos 70... 75 anos... mas depois ainda se vê!" Que futuro vai ser este? Esta gente deve andar a apanhar sol a mais na moleirinha! É como digo: vamos trabalhar até morrer cheios de artroses a teclar no computador, dores de costas, tendinites, de muletas, bengalas... ai ai "práqui", ai ai "práli"... WTF!!!
Tenham dó!!

Sometimes...

Vamos pôr a leitura em dia?

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Trabalhar muito faz mal à saúde

Vi um artigo na Visão que vem corroborar aquilo que sempre disse e que só não vê quem não passa pelo mesmo, ou não quer. Um estudo que acompanhou cerca de 2000 very brithish funcionários públicos concluiu que trabalhar muitas horas por dia aumenta substancialmente o risco de depressão independentemente do quão stressante é o trabalho. Pois é. Em pleno século XXI, em que vemos cada vez mais os direitos dos trabalhadores serem diminuídos, ainda foi preciso fazer um estudo para chegarem à conclusão que os demais já chegaram há muitos anos atrás, como se isso fosse adiantar alguma coisa. E falo aqui dos privados. Porque se fosse feito um estudo em Portugal entre funcionários públicos e privados… aí sim, ia mesmo ser engraçado. Outro fato que achei curioso, é os cargos profissionais da arraia-miúda (sem qualquer sentido pejorativo) que estejam sobrecarregados de trabalho (e leia-se ganhem menos), são mais propensos à depressão que os cargos superiores, como diretores, chefes e afins. Constata-se então, que quem trabalha menos e ganha mais não necessita dos comprimidos mágicos que nos devolvem o sorriso. É espantoso! Quem diria! O estudo refere que se deve ao fato desses funcionários controlarem melhor o seu trabalho (!?) Pois… eu diria que há outras razões para os“outros” funcionários ficarem deprimidos… assim do tipo trabalhar muitas horas, não receber o justo, ou ainda as ameaças de despedimento. Aliado a isto, chega a privação do sono. A peça final do quebra-cabeças (ou não!) 

Simplesmente porque sim

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

News Flash!

Pois então há dois dias que ando a beber chá de gingko biloba e ginseng. Por curiosidade, depois do meu post da Energia Mental, fui pesquisar na net acerca destas plantas. Fiquei em estado de choque! Então não é que as milagrosas plantas não são assim tão bem feitoras?
Descobri que um dia suicido-me sem me dar conta!! E já era!! Pois é. Temos que ter muito cuidado quando usamos plantas para fins terapeuticos. O tratamento com ervas é muito utilizado em todo mundo, estão à venda em hipermercados o que facilita a sua acessibilidade.  Em geral são tratados como produtos dietéticos, fugindo a um controlo mais rigoroso. São vendidos com a imagem de produtos inofensivos à saúde, não mencionado possíveis efeitos secundários e interações medicamentosas que possam advir do seu consumo. As substâncias derivadas de plantas não são de todo inócuas, bastando lembrar que a maioria dos venenos conhecidos derivam de vegetais. Uma substância pode ser terapêutica numa determinada dose, venenosa noutra e tomada juntamente com outros medicamentos pode criar problemas de saúde ou mesmo ser fatal. Eu estou a tomar neste momento fluoxetina (vulgo Prozac). No folheto informativo do fluoxetina, está mencionado em letras maiúsculas que não se deve tomar chá da erva de são joão, por acentuar a ação deste medicamento e efeitos secundários, bem como agravar a depressão. Logo, tive isso em conta para não tomar nada que contivesse esta erva. Mais tarde, não com chá mas com outro analgésico forte (tramadol) receitado pelo médico (que sabia que estava a tomar a fluoxetina), poderia ter tido uma overdose e ir desta para melhor. Durante dois dias andei drogada, de tal maneira que me dava a impressão que iria perder a consciência a qualquer momento. E como sentia-me assim quando tomava o tramadol, voltei ao folheto e constatei que poderia ter tido muito mau resultado a toma em conjunto destes dois medicamentos. Da mesma forma, o ginseng e o gingko biloba interagem com  antidepressivos, potencíam os efeitos dos mesmos e aumentam o risco de síndrome serotoninérgica, uma condição potencialmente fatal. Por isso, informem-se bem primeiro antes de tomar qualquer tipo de ervas principalmente se estiverem a tomar medicamentos.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Energia Mental

Ontem passei a tarde a beber chá para a energia mental. A sua composição é de 96% folha de ginko biloba e 4% de raiz de ginseng. A planta ginkgo biloba e ginseng são utilizadas para o melhor desempenho físico e intelectual. O ginkgo biloba favorece o funcionamento do cérebro, da memória, da concentração e da atenção. O ginseng é uma planta tonificante que ajuda a combater o stress físico e mental. - assim dizem eles - Então eu bebi 5 copos deste chá milagroso, na esperança que este tornasse a minha tarde grrrrrrrr, em algo do tipo encher os pulmões e aiiiiiiiiii. Pois bem, o único efeito que senti, foi umas muitas idas à casa de banho. Mas  como não desisto com facilidade, hoje vai ser outra sessão de uns quantos copos deste chá, a quem peço muito que me acalme, me dê muita paciência e sabedoria para aguentar as horas que tenho pela frente.